Seja bem vindo ao Mato e Cia. Aqui você encontrará materiais destinados ao curso de graduação em Engenharia Florestal e áreas afins. As fotos podem ser utilizadas, mas não se esqueça de mencionar o blog como fonte.







sábado, 16 de maio de 2015

Sementes Recalcitrantes X Sementes Ortodoxas

Começamos por compreender o significado destas duas palavras:
Ortodoxo - do grego órtos: reto, correto, e dóxa: doutrina, opinião; é aquilo que segue à risca o que diz uma palavra ou regra. Assim sendo, em todas as classes ou seguimentos, aquele que segue à risca o que está escrito na norma de sua conduta é chamado de ortodoxo.
Recalcitrante - Este adjetivo é  indica teimosia, obstinação, controle difícil, inflexibilidade. Ao contrário de ortodoxo, é aquilo que foge às regras e padrões.

E o que isso tem a ver com as sementes florestais?

Depois de colhidas, as sementes vão para os viveiros florestais para serem semeadas (diretamente)  e, em outros casos, para serem armazenadas em câmaras frias. O principal objetivo do armazenamento é ter, por um determinado período, a disponibilidade de sementes com o mínimo de deterioração possível.  No entanto, ainda que o armazenamento seja interessante, algumas espécies perdem a viabilidade quando submetidas às condições de armazenagem.

Em 1973 Roberts E.H publicou o trabalho 'Predicting the storage life of seeds' onde  classificou as sementes em dois grupos em relação à tolerância a secagem e temperaturas baixa: sementes ortodoxas e recalcitrantes. 
Sementes ortodoxas toleram a secagem a baixos níveis de umidade e temperaturas  para o armazenamento. Desta forma resistem por algum tempo de armazenagem. Isto é, mesmo sendo desidratadas e armazenadas nas câmaras frias, o embrião sobrevive, com taxas mínimas de atividade metabólica, e consegue germinar quando lhe são oferecidas as condições ideais.

No entanto, algumas espécies não conseguem resistir a desidratação para armazenagem. Elas são inflexíveis ao armazenamento e , portanto,  são chamadas de sementes recalcitrantes. Em termos práticos, para que possam germinar devem ser semeadas logo após a colheita.


Referência Bibliográfica:

ROBERTS, Eric H. Predicting the storage life of seeds. In: Proceedings. 1973.