Seja bem vindo ao Mato e Cia. Aqui você encontrará materiais destinados ao curso de graduação em Engenharia Florestal e áreas afins. As fotos podem ser utilizadas, mas não se esqueça de mencionar o blog como fonte.







sábado, 24 de março de 2012

Morfologia externa de Folhas

        As folhas são  os órgãos vegetativos  especializados na captação de luz solar  e em trocas gasosas com a atmosfera , fundamentais para o processo da  fotossíntese  e respiração. Elas são um apêndice do caule, estão presentes na grande maioria dos vegetais superiores e tendem a aumentar a superfície de exposição do vegetal, à luz. Em algumas espécies da família Euphorbiaceae e em Cactaceae por exemplo podem estar ausentes ou transformadas (em espinhos para reter água), sendo, portanto uma adaptação às condições do meio. Geralmente apresentam-se verdes pois são dotadas de clorofila, pigmento essencial para fotossíntese.
          Na maioria das eudicotiledôneas, as folhas formam-se protegidas por duas estípulas basais. Uma folha é completa quando possui bainha, pecíolo e limbo (lâmina da foliar). A folha que tem apenas bainha e limbo, caso mais comum entre as monocotiledôneas, é incompleta e denomina-se invaginante; é o que ocorre por exemplo, nas famílias Cyperaceae (Das titiricas) e Poaceae (do capim colonião). Nestes casos a bainha da folha envolve o caule. A folha que tem apenas limbo é denominada séssil e a que tem apenas pecíolo achatado em substituição ao limbo (ausente) é denominada filódio (ex.: Acácia podalirifolia).
           Organização: Quanto a divisão da lâmina foliar, podem ser  simples (1), isto é, com limbo indiviso, composta (pinadas) (2), com o limbo formado por folíolos ligados a uma raque,ou ainda recompostas (bipinadas) (3) quando aém da divisão em folíolos existe outra divisão do folíolo em foliólulos sustentados pela raque secundária. 
 

Folha Bipinada (Caesalpinia echinata)
 
Folha Composta Digitada (Ceiba speciosa)


              Mas como diferenciar Folhas de Folíolos? Esta é uma dívida frequente, e no entanto fácil de resolver. Somente a folha apresenta em sua base uma gema axilar; na base dos folíolos não há gemas. Então, quando houver dúvidas se a folha é simples ou composta, localize primeiramente a gema.
               As folhas da maioria das eudicotiledôneas têm uma nervura principal contínua com o pecíolo, a qual pode apresentar ramificações secundárias, constituindo uma verdadeira rede.Este tipo de disposição das nervuras é conhecido como venação ou nervação reticulada /pinada. Outros padrões de nervação também podem ser encontrados em eudicotiledôneas, e por vezes, são de extrema importãncia na identificação de fámílias botânicas.Na Figura abaixo, por exemplo seguem folhas com nervura Reticulada, Curvinérvea ou acródroma (característico de Melastomataceae e do Gẽnero Cinamommum de Lauraceae) e Palminérvea (comum em Malvaceae, antigas Bombacaceae), respectivamente.



          Nas folhas da maioria das monocotiledôneas as nervuras são paralelas, constiuindo o tipo de nervação Paralélinérvea.
Em gimnospermas em geral, as folhas são uninérveas.

          Filotaxia: Diferentes formas de disposição da folha no ramo. É Alterna quando apenas uma folha sai do nó e estão se alternando ao longo do ramo. É oposta quando de um mesmo nó saem duas folhas (uma oposta a outra); Opostas dísticas quando estão em apenas um plano e Opostas cruzada quando se alternam em dois planos perpendiculares entre si. É verticilada quando mais de duas folhas estão inseridas em um mesmo nó.
Folhas simples, alternas.
 Folhas simples, opostas.
Folhas curvinérveas, simples, alternas.

         Faces: Pelo fato de a maioria das folhas apresentar forma achatada, elas apresentam duas superfícies: adaxial, ou ventral (superior), próxima ao eixo da planta; e abaxial, ou dorsal (inferior), mais distante do eixo.

 Posição das estípulas em relação às folhas:

Interpeciolar

Intrapeciolar